Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão debaterá vacinação contra a Covid-19 para pessoas com deficiência intelectual

A Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência promove audiência pública na próxima segunda-feira (12) para discutir a vacinação contra a Covi...

09/04/2021 20h40
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Foto: Divulgação/Governo de São Paulo
Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

A Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência promove audiência pública na próxima segunda-feira (12) para discutir a vacinação contra a Covid-19 para pessoas com deficiência intelectual.

O debate foi solicitado pela presidente da comissão, deputada Rejane Dias (PT-PI). Ela destaca que com a pandemia tornou-se obrigatório o uso de máscaras de proteção facial, mas as pessoas com deficiência intelectual, como autistas, por exemplo, foram dispensadas de usá-la.

"Além da dificuldade de compreensão do atual cenário e dos perigos da não utilização da máscara, pessoas com deficiência intelectual possuem, em alguns casos, Transtorno de Processamento Sensorial, que pode ser potencializado pelo uso da máscara de proteção individual. Esse cenário resulta, então, em uma maior exposição das pessoas com deficiência intelectual ao vírus", explicou a deputada.

"A situação se agrava ao tratarmos das mais de 300 mil pessoas com Síndrome de Down no Brasil. O distúrbio genético, que causa atrasos de desenvolvimento e intelectuais, frequentemente é associado à comorbidades que são fatores de risco para a Covid-19. Os problemas variam desde os imunológicos até alterações cardiológicas e obesidade", concluiu.

Para a Rejane Dias, apesar de o Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid19 elencar as pessoas com deficiência intelectual como um dos grupos prioritários, a vacinação anda a passos lentos no Brasil. "Por esses motivos, torna-se necessário debater a importância da vacinação contra a Covid-19 para as pessoas com deficiência intelectual."

O tema será discutido com representante do Ministério da Saúde; do Ministério dos Direitos Humanos; da Associação Brasileira de Saúde Coletiva; do Conselho Nacional de Saúde; da Sociedade Brasileira de Infectologia; do Conselho Nacional dos Direitos Humanos; da Associação Brasileira de Autismo; e da Fundação Síndrome de Down.

A audiência pública está marcada para as 13 horas, no plenário 12. Os interessados podem participar por meio do portal e-Democracia.