Saúde Ponta Porã

Hospital Regional de Ponta Porã (MS) intensifica limpeza em área de isolamento para pacientes com suspeita de Covid-19

Higienização é fundamental para inibir propagação do vírus; hospital é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES)vv

17/04/2020 16h53
152
Por: Silvio Dias Fonte: Assessoria de Comunicação

A equipe de limpeza do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), intensificou o fluxo de higiene na área de isolamento para pacientes com suspeita de Coronavírus. Oito profissionais estão na linha de frente para manter limpa a área crítica, evitar a infecção no local e inibir a propagação do vírus. A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul.

"Os agentes de limpeza foram capacitados para atuar na área crítica, de forma técnica e eficaz, para eliminar possíveis focos do Coronavírus. O setor Covid-19 requer mais cuidado e maior periodicidade de limpeza", explicou o enfermeiro e coordenador da equipe de higienização, Rodrigo Machado Silva.

A higienização na área Covid-19 se divide em três planos: a limpeza concorrente (processo de remoção de sujidades de superfícies do ambiente, materiais e equipamentos, mediante a aplicação e ação de produtos químicos); limpeza terminal (higienização completa das áreas do hospital, desinfecção para a redução de agentes microbianos) e limpeza de manutenção.

O responsável pelo setor explica sobre a higienização da área crítica. "A limpeza terminal de área crítica é realizada com frequência de forma vertical e horizontal com ações física e química utilizando produtos específicos para eliminação de microrganismos, os chamados antibióticos da limpeza", disse.

A equipe de higienização tem rotina de paramentação e uso de equipamentos de proteção individual para preservar a segurança durante o processo de desinfecção. "Ao chegar na unidade o funcionário troca de roupa, veste um privativo higienizado, na sequência em outro setor ele coloca a touca, capote, luva, máscara N95, proteção para os pés e óculos protetor. Tudo é realizado com muita segurança e de forma isolada. Eles também borrifam hipoclorito de sódio através de bombas de jato nas maçanetas e extintores", explicou o técnico de segurança do trabalho, Franco Hilário Barros Júnior.

Referência para Covid-19 – O hospital atende população de mais de 200 mil habitantes dos oito municípios da região sul do estado, conta com 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e é referência na microrregião para o tratamento dos casos de Covid-19. A unidade adequou setor próprio para pacientes com sintomas respiratórios. Dentro dessa área há equipe específica com roupas e materiais de proteção individual, sala de estabilização respiratória com monitores, respiradores e uma Unidade de Terapia Intensiva.