Geral Ponta Porã

Hospital Regional de Ponta Porã (MS) capacita profissionais para atendimento a casos suspeitos de coronavírus

Atividade orientou equipe multiprofissional sobre protocolos e fluxo de atendimento; unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul

02/03/2020 13h36
652
Por: Silvio Dias Fonte: Assessoria de Comunicação
Hospital Regional de Ponta Porã (MS) capacita profissionais para atendimento a casos suspeitos de coronavírus
Hospital Regional de Ponta Porã (MS) capacita profissionais para atendimento a casos suspeitos de coronavírus

A equipe multiprofissional do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), participou na última quinta-feira (27/02) de capacitação com especialistas da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para alinhar o fluxo de vigilância e atendimento no hospital para casos suspeitos do novo coronavírus. A orientação teve intuito de esclarecer sobre nota técnica, classificação de pacientes, fluxos de vigilância e notificação imediata preconizados pelo Ministério da Saúde. O hospital é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a SES.

 

"Visitamos o hospital para acompanhar como está a vigilância e fluxo utilizado em casos suspeitos da doença. Como medidas de prevenção recomendamos para a população realizar cuidados com a higiene das mãos, com água e sabão, álcool gel, evitar locais com aglomeração de pessoas e evitar contato com pessoas que estiveram entre os 16 países que estão em alerta de transmissão pela doença", afirmou a gerente-técnica de influenza e doenças respiratórias da SES, Livia de Mello Almeida Maziero.

Hospital Regional de Ponta Porã (MS) capacita profissionais para atendimento a casos suspeitos de coronavírus
Caption

 

 

A gerente de enfermagem da unidade, Edna Cândido, ressalta que a unidade elaborou um fluxograma de acordo com orientações do Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

"Os pacientes que chegarem à unidade com sintomatologia de gripe serão encaminhados para atendimento médico imediato. Na classificação de risco, os pacientes com sintomas do novo coronavírus (2019-nCoV) serão triados, paramentados com máscara de proteção e encaminhados para uma área de isolamento. A direção do hospital e Instituto Acqua, organização que administra a unidade, têm disponibilizado capacitação constante de médicos e enfermeiros, leitos de isolamento e paramentação adequada de proteção, tais como: máscaras, luvas, gorros e aventais, promovendo segurança a pacientes e profissionais da saúde", disse.

 

Suspeitas - De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) foram registrados 79.407 casos do novo coronavírus, em 32 países. A maioria dos casos se concentra na China. A Secretaria de Estado da Saúde do Mato Grosso do Sul investiga um caso suspeito em Ponta Porã e outros cinco casos de pacientes em Campo Grande que se enquadram na definição de suspeita de coronavírus. Além dos procedimentos iniciais, amostras sanguíneas estão sendo encaminhadas para análise no Instituto Adolfo Lutz (IAL), em São Paulo.

 

Desde janeiro, a SES tem tomado diversas medidas de prevenção e monitoramento do novo coronavírus. Foi criado o Centro de Operações de Emergência (COE/MS) com objetivo de auxiliar na definição de diretrizes estaduais para vigilância, prevenção e controle, bem como o acompanhamento e avaliação das ações desenvolvidas pelo Governo do Estado.

 

Também foi elaborada nota técnica sobre as ações a serem adotadas em caso de surgimento de pessoas com os sintomas da doença e de como proceder com a coleta de amostras para exames. A nota já foi enviada aos profissionais de saúde dos 79 municípios e também a todos os serviços de saúde públicos e privados.