domingo, 22 de outubro de 201722/10/2017
67 99855 4055
Site
ECONOMIA
Projeto de curso da UFGD divulga aumento no valor da cesta básica
Pesquisa realizada por estudantes do curso de Ciências Econômicas da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados
-
Postada em 11/07/2017 ás 14h11
Projeto de curso da UFGD divulga aumento no valor da cesta básica

Pesquisa realizada por estudantes do curso de Ciências Econômicas da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) revela que o preço da cesta básica em junho aumentou 1,57% em relação ao mês de maio, no município de Dourados.


Segundo a pesquisa, em maio, a cesta composta por açúcar, arroz, banana, batata, café, carne, farinha de trigo, feijão, leite, margarina, óleo de soja, pão-francês e tomate custava R$ 325,83. Enrique Duarte Romero aponta que o montante representa 34,77% do salário mínimo que foi de R$ 937,00. Já, em junho, o trabalhador douradense teve que destinar uma quantia maior que isso para a compra dos produtos componentes da cesta básica, que foi de R$ 330,96, o que equivale a 35,32% do mínimo vigente.


Dos 13 produtos que compõem a cesta básica, em Dourados, seis apresentaram uma inflação de preços em junho. O produto que teve a maior elevação do mês foi o tomate com 52,78%. Deve-se levar em conta que este produto sofre na época do frio por causa das geadas, assim como outros produtos, como hortifrutigranjeiros juntamente com leite e derivados.


Os demais produtos que aumentaram de preços foram o café com 11,18%; óleo de soja, 3,48%; leite, 2,65% de aumento pelo segundo mês seguido; a carne com um leve aumento dos preços (0,37%), se comparado com o mês anterior, e o arroz com pequena variação de 0,37%.


Os outros sete produtos dos 13 que compõem a cesta básica diminuíram de preços em junho. É o caso da batata com 32,03% de queda pelo segundo mês seguido; margarina, 14,75%; açúcar, 7,12%; pão francês, 3,24%; banana que no mês passado já tinha diminuído de preços em junho caiu mais um pouco, 0,61%; feijão, 0,24% menos; e com uma leve diminuição de preços a farinha de trigo com 0,39%. Apesar de haver mais produtos com redução de preços em junho, isto ocorreu entre os que têm menor peso na composição dos preços da cesta básica douradense.


A pesquisa também aponta a diferença de preço das cestas entre o supermercado da cidade que praticou o valor mais alto (R$ 408,30) e o menor com R$ 241,98; diferença de R$ 166,32; ou seja, 59,27%.


A pesquisa do Índice da Cesta Básica de Dourados é um projeto de extensão atualmente coordenado pelos professores Jonathan Gonçalves Silva e Enrique Romero e é realizado desde 2013 na Face (Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia).

FONTE: douradosnews.com.br
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium