Paraguaio é perseguido por guardas e preso com 754 kg de maconha

0
43

O paraguaio Moisés Tavares de Oliveira, 40, foi preso na noite de ontem (17) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, com 754 quilos de maconha em um Fiat Uno com placa de Presidente Prudente (SP). Para caber tanta droga no carro, os bancos dos passageiros foram removidos e apenas uma lona preta usada para encobrir os tabletes.

A prisão do motorista do tráfico foi feita por guardas municipais após perseguição ao carro na Rua Coronel Ponciano, uma das mais movimentadas de Dourados, que liga a BR-163 à Avenida Marcelino Pires.

Equipe de moto da Guarda Municipal patrulhava a via quando tentou abordar o carro, mas o condutor desrespeitou a ordem de parada e tentou fugir. Logo em seguida foi cercado e detido.

Quando fizeram a abordagem, os guardas perceberam que o condutor estava muito nervoso e decidiram fazer uma vistoria no carro. Os tabletes de maconha estavam no porta-malas, no espaço reservado aos bancos traseiros, na frente onde deveria existir o banco do passageiro e até dentro das portas.

Moisés de Oliveira disse que pegou o carro já preparado com a maconha em um posto de combustível do lado paraguaio da fronteira, perto do distrito de Sanga Puitã, município de Ponta Porã. O objetivo era entregar a droga em Dourados em local ainda a ser combinado. Ele disse que receberia R$ 2 mil pelo serviço.

De acordo com a Guarda, o carro usava placa falsa e dentro do Uno foram encontradas outras placas de veículos de São Paulo. Os traficantes usam essa estratégia, para tentar não chamar a atenção da polícia paulista circulando com placa de cidades da região de fronteira. O preso e a droga foram levados para a Delegacia da Polícia Federal.

Campo Grande News

Deixe uma resposta