Líderes indígenas detêm suspeitos de matar casal a facadas e pauladas

0
26
Detidos por lideranças indígenas, suspeitos foram levados à 1ª Delegacia por agentes do SIG. (Foto: Divulgação)

Policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Dourados –a 223 km de Campo Grande– levaram para o 1ª Delegacia do município na manhã deste sábado (8) duas pessoas por suspeita de envolvimento no assassinato de Rosilene Rosa Pedro, 34, e Osvaldo Ferreira, 38, a golpes de faca e pauladas em uma casa na aldeia Bororó, na Reserva Indígena do município. Os homens, que não tiveram os nomes divulgados, foram detidos por lideranças indígenas da comunidade.

O crime ocorreu na sexta-feira (7) e foi marcado pela crueldade. A mulher foi amarrada e morta a facadas, havendo ainda a suspeita de que foi estuprada (tendo também o rosto desfigurado, possivelmente ao ser mordido por um cachorro), enquanto o homem foi morto a golpes com um pedaço de madeira.

Os corpos foram encontrados pelo filho de 9 anos, que disse ter se escondido na copa de uma árvore após ouvir barulho de briga. Depois de ver os pais mortos, ele fugiu para a Escola Municipal Indígena Agustinho, onde relatou os fatos.

As autoridades foram acionadas pelas lideranças indígenas, que realizaram a detenção dos suspeitos, e seguem com as investigações a fim de confirmar a autoria. O delegado Rodolfo Daltro voltou nesta manhã ao local do crime em busca das vestes e da arma do crime. Esperam-se mais detalhes sobre o caso na segunda-feira (10).

Campo Grande News

Deixe uma resposta