Homem matou motorista de aplicativo em MS por ele ter sido gentil com a mulher do assassino, diz polícia

0
113
Igor está sendo procurado pela polícia - Foto: Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

A Polícia Civil divulgou, na tarde de ontem (14), o nome do suspeito de ter assassinado o motorista de aplicativo Rafael Baron, 24 anos, na noite do dia anterior, no Jardim Campo Nobre, região sul de Campo Grande. Trata-se de Igor Cesar de Oliveira, de 22 anos.

Igor tem passagem por roubo e é procurado. A polícia acredita que a arma utilizada no crime ainda está com ele. De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Ricardo Bernardinelli, o motorista de aplicativo foi morto por um motivo banal. Na ocasião, o motorista retornava de um posto de saúde com a esposa grávida, quando o crime ocorreu.

“O motorista viu que ela estava com uma tipoia no braço e perguntou o que tinha acontecido, quando ela esclareceu que foi um acidente e ele então perguntou como tinha sido o acidente. Ela respondeu que estava sozinha, que foi de moto. Isso foi suficiente, segundo nossas testemunhas, para que o autor mudasse o semblante dele e passasse a ter outro comportamento”, explicou o delegado.

Rafael foi morto assim que chegou no condomínio em que o casal mora. “Enquanto a mulher fazia o pagamento da corrida, o Igor saiu rapidamente do veículo, pulou a janela do apartamento e já retornou com a arma de fogo, acreditamos que seja um revolver calibre 38 e, sem dar nenhum tipo de chance para a vítima, efetuou dois disparos à queima roupa”, completou.

Igor Cesar de Oliveira, suspeito do crime — Foto: Polícia Civil/Divulgação

G1 MS

Deixe uma resposta