Estado aguarda chegada de 34 médicos substitutos de cubanos

0
14
Médicos cubanos voltaram para casa após rompimento de convênio - Foto: Arquivo

Quase quatro meses depois de Cuba anunciar a saída do programa Mais Médicos, Mato Grosso do Sul ainda aguarda a chegada de 34 médicos substitutos dos cubanos. De acordo com informações da Secretaria Estadual de Saúde (SES), das 114 ocupadas por médicos cubanos em MS, 79 já estão preenchidas. Outras 35 aguardam a chegada de brasileiros formados no exterior sem revalida. Os médicos já foram designados aos municípios, mas estão em Brasília, onde passam por formação.

Iguatemi e Deodápolis são as cidades mais afetadas, pois ainda precisam de três médicos. Paranhos, Costa Rica, Glória de Dourados, Bela Vista e Sete Quedas, precisam de dois médicos. Os demais município tem apenas uma vaga aberta, e os distritos sanitários indígenas ainda tem sete vagas a serem preenchidas.

Ainda segundo a SES, a maioria das vagas disponíveis em Mato Grosso do Sul (60) foi preenchida no 16º ciclo de inscrição de médicos, aberto pelo Ministério da Saúde em 21 de novembro, uma semana após Cuba anunciar que deixaria o programa. Outras 19 vagas foram preenchidas no 17º ciclo de inscrições, aberto em sete de dezembro do ano passado.

Correio do estado

Deixe uma resposta