Políticos e servidores públicos de Dourados são alvos de operação contra fraude em licitação

0
14
Policiais e agentes do MPE na Secretaria de Fazenda de Dourados — Foto: Martim Andrada/TV Morena

Políticos e servidores públicos de Dourados, município que fica a 214 quilômetros de Campo Grande, são alvos de ação do Ministério Público Estadual (MPE) nesta quarta-feira (31), contra fraude em licitações. De acordo com o órgão, a operação Pregão é para cumprir 4 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão e também acontece na capital.

A Câmara Municipal de Dourados confirmou a prisão de dois vereadores, porém sem detalhes de quem são. A prefeitura do município afirmou que policiais e agentes do MPE estiveram na Secretaria Municipal de Fazenda e no Departamento de Licitação.

Em nota, a prefeitura de Dourados diz que “sempre comprometida com a lisura e transparência em sua gestão, se colocou à inteira disposição do Ministério Público para que os trabalhos possam ocorrer na máxima tranquilidade, certos de que a obediência às normas legais deverão sempre prevalecer, sendo este o compromisso da prefeita municipal”.

Operação Pregão

De acordo com o MPE, a operação tem o nome de Pregão em alusão à modalidade de licitação em que as supostas fraudes eram cometidas.

Ainda conforme o MPE, a operação integra investigação que apura suposta quadrilha composta por servidores, políticos e empresários, que visa fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos, advocacia administrativa e crime contra a ordem financeira.

Todos os mandados foram expedidos pelos juízes Luiz Alberto de Moura Filho e César de Souza Lima (em substituição legal), da 1ª Vara Criminal de Dourados.

Apoiam o MPE no cumprimento dos mandados judiciais o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope), o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e a Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).

G1 MS

Deixe uma resposta